sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Crise, crise, crise... CHEGA!

O problema não é a crise em si e sim a falta de atitude da nossa parte em dado momento. Todos nós sabemos que ela está rondando o nosso querido planetinha a alguns "anos". Sim, o Brasil anda sofrendo alguns efeitos colaterais agora, mas os EUA por exemplo, sofre com a crise a mais de um ano. Os jornais já desgastaram todos os pontos relacionados à crise, agora tentam apavorar a população com algumas notícias não muito verdadeiras. O primeiro ponto da minha analise e quero que observem bem, é que o Brasil ao contrário do que muitos pensam cresceu nesses dois últimos meses! APESAR das demissões, cortes de gastos, etc e tal o Brasil cresceu! Imagine se não houvesse todas essas coisas?! Um segundo ponto a ser visto é o fato de que todas as pequenas e médias empresas estão lucrando como nunca. Quais são os donos das pequenas e médias empresas no Brasil? Brasileiros? Sim caros amigos bloggueiros! Infelizmente as multinacionais estão tendo grandes prejuízos... Mas quem são os donos das grandes Multinacionais?! Brasileiros? Claro que não! Estamos em um momento ótimo para o fortalecimento das empresas nacionais. Incentivos do governo não faltam assim como a redução da alíquota do Imposto de Renda, redução dos impostos na compra de veículos (apesar de ser um dos mais caros do mundo), aumento nos prazos de pagamento, corte de juros anual de acordo com o BC, etc etc e tal. Você pode me dizer que a Petrobrás é uma multinacional e que não funciona assim. Respondo: Nenhuma das empresas que trabalham com fontes de energia estão entrando em colapso. Digo e repito, nenhuma delas! Trabalho em uma empresa de importação e exportação de carvão vegetal de eucalipto e afirmo: NUNCA, eu disse nunca, se lucrou TANTO na história desta empresa, e olha que são mais de 30 anos no mercado. Ah, mais a Embraer está querendo demitir 4.500 funcionários! E agora? Já era o Brasil... Tadinho da gente. BALELA pessoal, balela! Brasileiro não compra aviões, acordem (alguns sim =P)! Nos estamos em um país com um potencial incrível, o que nos mata é a falta de organização e uma sociedade um pouco mais participativa. Vamos tentar mudar um pouco a nossa visão e aceitar menos o que a mídia tenta enfiar na nossa cabeça. Os dados estão aí, os fatos e acontecimentos também... Busque o conhecimento real, os fatos reais e tirem suas próprias conclusões!

nota: É obvio que muitas pessoas estão sendo prejudicadas com essa crise, mas estamos falando de um país com cerca de mais de 190 MILHÕES de pessoas. Em nome da Coletividade eu afirmo, a crise AINDA não nos prejudica tendo em vista o cenário internacional!



16 comentários:

indiscreet girl disse...

É válido dizer que este texto eu REALMENTE li por inteiro :)
Eu sinceramente acho bem legal e raro encontrar 'jovens adultos' que pensam em assuntos como o que você abordou.
E é verdade o Brasil de certa forma não se 'ferrou' tanto quanto outros países,o que é muito bom sem dúvidas!
Mas isso não é de agora como você mesmo disse, tem tempo que vem acontecendo, mas agora é olhar pra frente e fazer a própria parte, só assim nós vamos conseguir chegar lá.

Passa lá?

incult-girl.blogspot.com

Danillo Araújo disse...

POr falar em Crises... Estou vivendo ela...

putz...

Um abração e Dps a uma Visita~da no meu novo blog!

www.jovenscomesperanca.blogspot.com

Deus te abençoe.

Lu disse...

Oi Ryan,

Agradeço a visitinha em meu cantinho...
De fato, o Brasil não está tão ferrado quanto os EUA.
Aqui em Manaus, por exemplo, tem muita gente deseperada porque a matéria-prima quase toda da Zona Franca é trazida de fora. Então, houve um período crítico aqui, de cortes, rescisões e tal...agora estagnou.
O problema é que as pessoas sofrem por antecedência e não buscam informações precisas sobre os acontecimentos (como você citou).
É isso amigo contador.

Bom fim de semana!

Bjs.

Ph! disse...

Nossa o texto é muito bom Ryan, realmente estamos vivendo uma crise mas não é tão grande quanto nos EUA..!

Annie Manuela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Annie Manuela disse...

Lembrei da notícia que vi sobre a pascoa que ainda nem começou e já está dando mto lucro. Eh isso msm, a coisa ta mais feia pros EUA, porque o Brasil ta bombando.
hauhauhauhauhau

Philip Rangel disse...

Primeiramente venho agradecer a você meu amigo leitor que está aocmpanhando constantemente o Entrando Numa Fria em sua Materia Maquina do Tempo..é de grande valia saber sua opiniao.muito obrigado.

Sobre seu Post:

Ryan primeiramente...inicio parabenizando como sempre ne cara, qnto tempo vc gasta pensando....(zuano..gosto de mais disso tmb...ja q ambos faz direito) vc falando nisso logo pensei no meu ponto de vista...O Brasile stá crescendo sim...ponto esse que trabalho com direito tributario melhor na area fiscal..mexo com isso qse 24h por dia..hehehe;;;;;demissoes estão acontecendo sim..como vc mesmo disse falta de organização...mas o incrivel como e aonde vao essas pessoas???crescimento ocorre sim..mas o mercado nao qr gente despreparada...hoje o estudo é essencial...e sair de uma empresa achando ganha mais em outra pq fulano ganha isso tmb é BALELA...bom...vamos ver como isso tudo vai parar...ainda esta cedo ja que o ponto forte esta agora para o meo do ano....

cara melhor parar aki senao vo fala e discuti ate...coisa tenho de mais mass.....deixa pra outra hora..parabens cara como sempre....

abração

renato.sds disse...

Esse lance de crise ja encheu o saco!!! O povo nao sabe mais se compra opu se guarda dinheiro xD

Marcos Valerio disse...

É isso mesmo Ryan, até se estiver só com nariz de fora quase se afogando, ainda grito: Estou vivo! Obrigado pela visita em meu bloguinho e pelo comentário.

Bertonie disse...

Oie, eu li tudinho viu?

Bom, de certa forma a CRISE Econômica Internacional não está sendo a Dona Morte, de capa preta e foice, para o Brasil.
"Infelizmente as multinacionais estão tendo grandes prejuízos..."
Pra mim FELIZMENTE as multinacionais estão sendo prejudicadas economicamente com a Crise.
Afinal, as multinacionais são todas americanas e europeias (com pouquissimas excssões como a Petrobrás, mas isso nao vem ao caso). Mc Donald's, Ford, Volksvagem, etc...
Pela primeira vez, empresários brasileiros estão subindo as escadas da popularização.

abraços...

Bertonie disse...

Te linkei, ok?!

Jairo Souza disse...

Ei man Legal sua abordagem de texto! É claro que não devemos nos escorar na mídia e tudo mais, porém existe a crise sim! Não na proporção americana, porque o Brasil se protegeu bem economicamente! Porém o estado deve sim ser responsabilizado pelo ponto em que as coisas chegaram, alarde, revolta e mobilização nunca é demais! O discusso como vc colocoudefende muito a posição do estado e parece uma reprodução de Lula e seus discussos de que a crise não irá nos atingir!

Abçs

Gusta Fernandes disse...

A crise realmente não é pra todos.
O maior prejudicado está sendo aquele que investi em grandes multinacionais.
É claro que muitos questionaram demasiadamente o presidente do país quando ele disse "o país não entraria em crise".
Os investidores nas pequenas empresas não entraram em crise, e nem algumas fortes empresas nacionais. Mas, em alguns apectos economicos a crise afetou alguns brasileiros, isso é inegável.

Abraço!

Daniel Savio disse...

O pessoal que crise é para todos, esquecem que há sempre algum ramo que lucra (por isso a importância de diversificar os investimentos)...

Fique com Deus, menino Ryan.
Um abraço.

Daniel Savio disse...

O pessoal que tem ramos que lucram com as crises, por isso a importância de diversificar os negócios, pois o lucro de um ramo pode suprir o prejuizo de outro...

Fique com Deus, menino Ryan.
Um abraço.

Anônimo disse...

Caro Ryan, aproveito essa oportunidade para lhe parabenizar pelo artigo. Sim, estamos em crise, mas se agarrarmos as oportunidades, nossas empresas cresceram ainda mais rápido.

Você, por acaso, teria como me auxiliar na busca de mercados para exportação de carvão vegetal de eucalipto?

Meu email é: leonardovmr@hotmail.com

At.,
Leonardo

Postar um comentário

Sua opnião ajuda a formar a minha opnião! Pense nisso...

Pesquisa personalizada