domingo, 19 de abril de 2009

A história de Clodovil Hernandes


Clodovil Hernandes nasceu no interior de São Paulo no dia 17 de Julho de 1937. Pesquisando mais sobre essa figura polêmica descobri que Clodovil foi adotado por imigrantes espanhóis (Domingo Hernández e Isabel Sánchez), nunca tendo conhecido seus verdadeiros pais. Foi educado em colégio interno por padres católicos (explicando talvez a sua opção sexual), mudou-se para São Paulo para estudar Filosofia, mas o talento falou mais alto. Além de falar o castelhano, língua falada pelos seus pais, Hernandes falava francês e português fluentemente. Descobriu o seu talento como estilista com 16 anos dentro da sala de aula quando um amigo sugeriu que desenhasse uns vestidos. Em seu caderno esboçou onze modelos que levou ao centro de São Paulo. Incrivelmente conseguiu vender seis dos seus modelos desenhados. Começou então a adquirir o reconhecimento da população local. Seu nome logo estava correndo pelos níveis mais altos da sociedade, lhe garantindo prestígio (hohohoho – Ana, essa é sua) e valorização do trabalho realizado. Muito em breve, Clodovil seria um dos melhores estilistas de alta costura no Brasil. O seu trabalho passou a ser exercido “Luxuosamente” em ateliês criando assim uma nova geração de moda. Em 1960, ganhou o prêmio Agulha de Ouro o que lhe rendeu um pouco mais de prestígio (hohohoho – Ana Luisa?) principalmente das altas classes sociais. Clodovil ainda formou-se professor, além do cargo exercido como estilista. Com o passar do tempo ganhou também espaço na mídia através dos programas de televisão. Na TV, acumulou invejáveis 45 anos de carreira (o que me espanta) trabalhando em quase todas as emissoras do país. Aqui eu cito alguns programas que Clodovil Hernandes apresentou ao longo de sua carreira:
- TV MULHER (GLOBO) - CLODOVIL ABRE O JOGO (MANCHETE) - CLO PARA OS ÍNTIMOS (MANCHETE) - CLODOVIL SOFT (BANDEIRANTES) - CLODOVIL EM NOITE DE GALA (CNT) - A CASA É SUA (REDE TV) - MULHERES (TV GAZETA) - POR EXCELÊNCIA (TV JB). Clodovil também foi premiado como figurinista de teatro. Sim caros leitores, ele também foi ator e possuía registro como cantor! Apesar do talento Clodovil não media palavras para falar o que lhe dava na telha, um dos motivos pela qual batia recordes em ser processado. Geralmente ele futucava onças grandes com varas curtas. Um dos exemplos foi quando em seu programa de grande audiência e em rede nacional, “A Casa é sua”, Clodovil chamou a vereadora Claudete Alves de "macaca de tailleur metida a besta" (hohohoho – Naná? Tchufu thufu). O apresentador, porém, foi condenado a pagar indenização por danos morais. Costumava chamar os negros de crioulos complexados e era Anti-semita *(contra Judeus). Já no Ano de 2006, Clodovil encontrava-se hiposuficiente econômicamente falando (Um dos motivos que promoveu o interesse do mesmo na política, acredito eu!). Elegeu-se como o terceiro Deputado Federal mais bem votado do país (atingiu 493.951 dos votos válidos). Usou bastante ironia em sua campanha, como a frase: "Vocês acham que eu sou passivo? Pisa no meu calo para você ver... Em julho de 2008, apresentou proposta de emenda constitucional pretendendo reduzir o número de deputados de 513 para 250 (incrível). Sua morte surpreendeu a muitos, inclusive a mim. Clodovil Hernandes morreu em 17 de março de 2009, após ser registrada sua morte cerebral causada por um acidente vascular cerebral (AVC). O velório ocorreu no Salão Nobre da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo e o sepultamento teve lugar no dia seguinte à morte no Cemitério do Morumbi na capital paulista, onde já encontram os restos mortais de sua mãe. Apenas quis contar um pouco mais da História de um grande homem (ou não, hohoho) que ousou, viveu e surpreendeu um Brasil inteiro!

Espero que tenham gostado

5 comentários:

Lu disse...

Amigo Ryan...adorei conhecer um pouquinho da vida de Clodovil, uma pessoa hilária, sem dúvida alguma.
Mas, na verdade, passei para agradecer sua visitinha em meu armazém e te dizer pra não se fechar mais para o amor não.
Viva-o e o deixe viver!

Boa semana pra você!!!

Beijos.

Caio Abreu disse...

Clodovil colecionou muitos desafetos ao longo da vida, mas esse é o preço que se paga por ser pioneiro e polêmico.
Falem o que quiser mas poucos nessa sociedade tem coragem de dizer o que pensam e assumir o que são e Clodovil está de parabéns por isso.
Amigo, só nao entendi pq vc ficou surpreso com a morte dele... a saude de Clodovil ja nao vinha bem desde que ele lutou contra o cancer de prostata...
Ah, legal a ideia do video no post anterior... tinha curiosidade em saber como era sua voz hehehe
Abracao
Boa semana!

Jairo Souza disse...

Um dos motivos que promoveu o interesse do mesmo na política, acredito eu!

Adorei!

Mt bom o post Ryan! Ótimas críticas, e pontos bem relevantes assinalados da personalidade em questão! Gostei do texto informativo! abçs!

☆ Sandra C. disse...

Fonte: Wikipedia =]

bom, eu admirava Clodovil pela sua sinceridade. coisa que anda faltando a muito político por aí. qual o motivo de publicar essa bibliografia 'pós-mortis'?

Daniel Savio disse...

Clodovil foi uma figura polemica...

Fique com Deus, menino Ryan.
Um abraço.

Postar um comentário

Sua opnião ajuda a formar a minha opnião! Pense nisso...

Pesquisa personalizada