sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Funciona mais ou menos assim...




Quando você percebe que algo está estranho na sua vida é tarde demais. Muitas coisas que poderiam ser evitadas já aconteceram em um caminho de mão única! Sem direito á volta ou marcha “ré”. Você está longe de poder dizer que passou por isso, passou por aquilo, que tem aquela experiência ou deixou de ter alguma que gostaria de ter tido. Neste instante você percebe que vai do tudo ao nada em poucos segundos numa viagem hipersônica. Freud não saberia te explicar isso, muito menos eu. Poderia usar palavras subterfujas para confundir mais ainda as suas idéias, os seus pensamentos, os seus medos. Na verdade, funciona mais ou menos assim: as pessoas tentam mostrar uma coisa que não são. E digo mais, algumas se acham demais! Ouvir críticas não é legal, principalmente quando são feitas para destruir e não construir! Exibicionismo?! De fato conheci realmente o verdadeiro exibicionismo, o assassinato da modéstia, a “ridicularização” do bom senso e a vergonha da imaturidade. Não da minha parte, é claro. Mais uma vez tive de aprender a lição de que não devo expor aquilo que convém apenas a uma parcela única. Chega desse sentimentalismo meloso, chega dessa divisão de personalidade, chega desse companheirismo cheio de falsidade, ideologia, fantasia. O mundo é outro, as pessoas são outras, eu mesmo sou outro! E é por isso que eu digo, não prometo nada, mas cumpro todas as minhas convicções de boa fé! Não preciso de mais nada...

Funciona mais ou menos assim, gostem ou não!
Isso não importa mais, mesmo que agrade a poucos...

2 comentários:

Patrick Moraes disse...

gostei muito desse texto! posso seguir esse "joguinho" de vida? funciona mais ou menos assim... hahahahaha.

Mayara Karen disse...

ahahah amei seu blog
estou te adicionando nos meus links
:*

Postar um comentário

Sua opnião ajuda a formar a minha opnião! Pense nisso...

Pesquisa personalizada