quarta-feira, 15 de julho de 2009

A hora da Estrela.

Sinto que passo a impressão de ser uma pessoa meio melancólica. Daquelas que só falam em decepções amorosas, tristezas e entre outras coisas! Realmente ando passando por uma fase melancólica há alguns meses e é inevitável deixar de escrever sobre essas coisas aqui. Sempre considerei o blog uma válvula virtual de escape para os meus sentimentos reprimidos além de uma excelente ferramenta e porta de entrada para possíveis novas amizades. Posso contar uma historinha?!

“... ele estava triste porque lhe faltava algo, alguém ou doces palavras. Um dia meio que sem querer alguma coisa aconteceu. Aqueles destinos perdidos colidiram produzindo um calor extremamente forte. Nascia uma nova estrela. O vazio foi contemplado com o preenchimento completo de tudo aquilo que lhe faltava. Saudoso dia, saudoso tempo onde tudo era empolgante, novo iluminado e entusiasmado. Não precisava pedir muito menos querer, tudo seguia a passos largos solitariamente. Mas o tempo aqui fora era inusitado, frio e gélido! Essa louca tempestade acabou esfriando todo o calor produzido por aquela colisão lá da terceira linha! A estrela que outrora brilhava intensamente, agora não consegue iluminar a si própria. Essa estrela morreu e tudo que antes podia ser visto pela luz que ela emitia, agora volta a se esconder na penumbra da escuridão. E os sonhos? Ele sonha quando dorme, no escuro. Talvez fosse necessária uma nova colisão, talvez não fosse necessário nada disso. A luz se foi e sua estrela se partiu em duas. Uma acesa, fraca, outra completamente apagada. Ele estava feliz porque seu coração já sabia entender, decifrar, captar o que acontece ao seu redor. Agora ele precisa aprender a usar oculos escuros para não deixar a luz erradiada do sol lhe cegar...”

Essa foi a minha historinha que começou há meses atrás e terminou ontem, no dia 14/07/09.

D.A.: Mesmo tomando essa decisão radical, eu só queria dizer que eu AMO você.
Não vou te esquecer jamais!

Que nossa amizade perdure por muito tempo ainda!
Um beijo do seu eterno “BB”.

Desculpem pela demora em comentar nos blogs dos meus amigos visitantes, mas me entendam por favor... Não estou legal! =/...
Mesmo assim eu vou tentando.

13 comentários:

Gusta Fernandes disse...

Heiii Ryan, pode contar comigo se quiser conversar...

Apesar de minha estrela nunca ter sido acessa por esse sentimento lindo e confuso que é o amor, eu imagino como deve ser ver aquele sentimento ir desfaledendo aos poucos.
Mas, acredite, uma estrela se apaga aqui, mas outras de ascendem.

Se as portas do seu coração estiverem abertas, todos veram a pessoa especial que você é.
Saiba que, você irradia luz por si proprio, mesmo que ache que está na escuridão, todos vem seus sentimentos e seu coração. Isso ilumina você. Você é uma pessoa especial, dono de um belo coração!

Se cuida... e repito, precisando conversar... estamos aí. =D

Abraço!

Fica bem...

V. Martins disse...

Ryan, você sabe.
Estou aqui, pro que der e vier, amigo.

Histórias lindas começam e terminam todos os dias. Vamos pensar que no final, tudo se ajeita, ok?

Take care;*

james p. disse...

Olá!Parabéns pelo blog.Gostei muito daqui,onde cheguei via'katana de bambu'.Passo a segui-lo com atenção.Um abraço.

Philip Rangel disse...

Ooo Ryan....puts...nem sei como e o que falar com vc...sabe..entendo o que vc esta sentido..angustia, fraqueza... isso doe muito e maxuca ne meu amigo???Mas aqui vc sabe onde me encontrar..apesar de vc ter muitos amigos aqui...vc pode confiar em mim..

so quando as pessoas verem o tamanho de pessoa que vc é...entenderam...sua amizade é sem preços....

te cuida ai...
qlquer coisa so chama...
abraçao

Marina Melow disse...

Oi Ryan, gostei do layout...
tempinho que não passava aqui, também to sem tempo para visitar os blogs dos meus visitantes.


beijos.

Caio Abreu disse...

Ei mon petit!

Sei que a última coisa que vc precisa ouvir agora são frases feitas como: tudo vai dar certo, nao fique assim e blablabla... mas amigo, uma coisa aprendi nesses meus anos de vida: a vida nos chega em partes. Só entenderemos a totalidade no final. Tudo que chega pra nós é bom e tudo que parte também. Por um momento achamos que é ruim, mas lá na frente resignificamos e vemos que na verdade era bom.

Deixa eu te contar uma historinha: num antigo vilarejo havia um homem que tinha um belo cavalo e era invejado por todos. Um dia este cavalo fugiu e o povo logo disse:
- Ai, que azar... um cavalo tão bonito...
E o homem respondia:
- Calma, não se pode saber se foi bênção ou azar...
Um belo dia o cavalo retorna ao vilarejo com mais 6 lindos cavalos para o dono. E mais uma vez o povo dando seus palpites:
- Nossa, que sorte você tem!
E o homem mais uma vez respondia:
- Calma, não se pode saber se foi bênção ou azar...
Um dia o filho do homem monta em um dos cavalos e cai, ficando paralítico e de novo, o povo com seus julgamentos:
- Nossa, que azar você tem!
E homem mais uma vez:
- Calma, não se pode saber se foi bênção ou azar...
Um dia, eclode uma guerra e todos os jovens são obrigados a ir pro front de batalha menos o filho do homem que não tinha condições. E o povo, sempre ele com mais palpites:
- Nossa, que sorte você tem. Nossos filhos morrendo na guerra e você tem o seu são e salvo...
Não preciso dizer qual foi a resposta do homem mais uma vez né? hehehe

Então, a questão mon petit, é o que eu disse no início... a vida nos chega em partes. Eu acredito piamente que o universo sempre trabalha ao nosso favor e nunca contra a gente. Quando me é tirado algo ou passo por momento difícil, penso comigo mesmo: Isso é bom pra mim! Agora posso não saber mas la na frente terei a resposta...

Você está triste? Curta sua tristeza. Chore bastante, lave a alma, mas pense que isso também passará

Fique bem mon petit! E se vier a Vitória nesse finde me ligue que a gente sai pra conversar.

:)

:: Fatima :: disse...

Eu acho que meu blog e sim uma valvula virtual de escape pra minhas tristezas e melancolias!Hoje estou muito triste,chateada,mas ainda assim nao consigo nem escrever,meu coracao esta cheeio d+ de rancor!!! Quem sabe depois eu consiga escrever sobre o que estou sentindo!!! Seu post me fez refletir sobre esse momento que estou vivendo. Obrigado!!!

Conte quanta historinhas vc quizer meu amor.
AQUI vc sempre pode!!!

BjOos meus pra VOCE!

Jay e Alê disse...

Querido,
O que o Guh (mundo gusta te disse é a pura verdade) O Caio tá certim tb. Entao nao vou ficar com blá,bláblá na sua cabeça.
E eu continuo vendo vc como aquele garoto lindo, carismatico, alegre que conheci meses atrás, todos passamos por esses momentos ok. Sabe que gosto de você em todos os aspectos,( na alegria e na tristesa, na saúde e na doença, na fartura e na pobreza hauauhauhuahuau)Mais, falo com vc por telefone, daqui uns poucos dias. Vou esperar vc processar bem tudo isso.
O Alê te deixa um abraço e bju com carinho e eu tb.
Somos seu amigo até que a morte nos separe huahuahuahuhau
XOh casamento !!!!!!

Cain Sodom disse...

Que chato amore, mas a vida continua! E logo teremos novidades (me namora? - rs). Ah, não li o texto em itálico direito (não to querendo ler coisas tristes e confusas agora, sorry). Mas, diga-me o que é "BB"? = Big Bronha? Big Braulio? Bastante Big?

≈ João Pé-de-Feijão ≈ disse...

Assino em baixo do que o Caio disse! =)

E concordo com tudo, sem tirar nem uma vírgula.

≈ João Pé-de-Feijão ≈ disse...

vou estar ausente durante muito tempo, e espero o encontrar mais Ryan do que nunca.

=}

Meus beijoãos

pauloveras disse...

Ryan, voce não é o prejudicado da história. Estrelas sao sempre estrelas e mesmo que por um tempo elas fiquem ofuscadas, logo voltam com brilho total.
Abração!!

Daniel Savio disse...

Aff, deixa de melancolia menino, pois senão acabou bem é porque ainda não acabou...

Tente trabalhar pelo namoro e não apenas deixar as coisas acontecerem...

Fique com Deus, menino Ryan.
Um abraço.

Postar um comentário

Sua opnião ajuda a formar a minha opnião! Pense nisso...

Pesquisa personalizada